Ativismo

Julgamento Feminino

O patriarcado nós aprisiona muito mais do que imaginamos. Mesmo quando tentamos nos libertar dele.

A ditadura da beleza nos obriga a sermos magras para entrarmos no padrão. Mas se estamos gordas e queremos mudar, emagrecer, seja por saúde ou por outros motivos, agora temos que nos  justificar. “Por que você não se aceita?”.

De todas as formas, seremos julgadas e apontadas. Magras, gordas, musculosas… Se marcamos cirurgia estética então… Lá vem os dedos.

Na maternidade, precisamos fazer tudo “certinho” como se todo mundo tivesse condições disso. Uma equipe multidisciplinar perfeita e uma rede de apoio solícita… Porque senão vão apontar.

Nem doentes podemos ficar. Onde já se viu médica ficar doente? Se é médica tem que superar a dor para dar atenção e suporte quando os outros precisarem. Ela escolheu isso, né?

Não.

Somos humanas. Somos pessoas que adoecem. Que tem transtornos. Tem família. Tem direito de desligarem o celular para poderem se restabelecer.

Enquanto não dermos a liberdade que queremos usufruir, o patriarcado nos oprimirá como há muitos séculos vem oprimindo.

Enquanto apontarmos os dedos umas para outras, demorará ainda muito para recuperarmos os status de Deusazz que sempre fomos e somos.

Basta a gente se apossar dele e se apoiar.
Depende de nós.

#maisamor #menosjulgamento #julgamentofeminino #patriarcado #machistasnãopassarão #somosdeusas #suapediatrajulgamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s